Terminei de ler Operação Shylock do Phillip Roth e comecei a ler uma autora nacional. A menina tem mais de 10 mil seguidores no Instagram, comprei o livro dela e dei o meu de presente, na tentativa de ganhar alguma divulgação. COmo vi que ela, de fato, estava lendo meu livro, me senti animado a ler o dela. Isso foi um erro.

Confesso que me surpreendi com a riqueza do vocabulário. Esse talvez seja o principal ponto positivo. Mas, como diria o velho Stephen King, o livro está “inchado”, cheio de frases que não avançam a história. Erro clássico de principiante. Eu já cometi este errro. A prosa não flui, o texto se perde em descrições e beletrismos sem de fato contar uma boa história. E, quando alguma coisa finalmente acontece, ela é explicada de novo.

A menina foi tão gentil e fez uma revisão tão positiva do meu livro, que achei melhor elogiar os pontos positivos. Ela escreveu o livro que estou lendo aos 18 anos, o que já é um grande mérito. Aos 18 eu estava me masturbando feito um louco, sequer pensava em escrever. Acho que ela tem futuro. Pelo menos, torço para que tenha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s